top of page
caminho

A linha de trabalho de Gustavo resulta de anos de pesquisa baseada em experiências extremas na natureza, trabalhando como fotografo e documentarista e vivencias (residências) onde experimentou sua pintura em contextos diversos, indo do isolamento extremo ao convivio coletivo em comunidades isoladas e até mesmo contextos ritualisticos.

homem.jpg

Pintura com pigmentação natural sobre lona de caminhão usada. Esta obra representa o efeito dos anos de experiências de Gustavo. Segundo o autor, estas figuras humanas remetem aqueles que produziram as pnturas rupestres ao longo de milhares de anos. A obra é como um espelho, sendo a visão que o paredão de pedra teria ao contemplar aquelas pessoas. As técnicas naturais que provavelmente se aproximam as das utilizadas por aqueles seres, remetem ao retorno que hoje se faz necessario, a um retorno a simplicidade e de respeito manejo dos recursos para produzir o que quer que seja.

Screen Shot 2023-12-23 at 21.16.32.png

No atelier de porta aberta no Centro Histórico de Paraty desde 2022, o intercambio contante com artistas como Áecio Sarti.

Screen Shot 2023-12-23 at 21.17.17.png

Em 40 dias de isolamento, a pintura de uma casa na zona Rural de Brasilia 2021

Screen Shot 2023-12-23 at 21.17.04.png

Entre as imersões e residencias, o estudo junto aos professores da Floresta

gusmassola_madeira02.png

Madeiras descartadas sempre presentes como suporte

Screen Shot 2023-12-23 at 21.16.49.png

Residencia de Arte em Brasilia durante a pandemia em 2021, quando o contexto possibilitou a prática constante. (Goiás 2021)

IMG_0165.JPG

Retorno as cavernas, desta vez para pintar em completo isolamento e vulnerabilidade na natureza. Terra Ronca - Goiás 2019

Screen Shot 2023-12-23 at 21.17.38.png

Reprodução de Pinturas Rupestres no salão Cerimonial da Eco Aldeia Serra Sagrada na Serra do Espinhaço em 2018

Screen Shot 2023-12-23 at 21.17.27.png

Residencia de Arte em Minas Gerais, estudo de pigmentação natural em 2018

img2.png

Uma das inúmeras fotografias noturnas que Gustavo produziu durante sua imersão nos sítios arqueologicos. 2016

img3.png

Gustavo caminha sozinho por dentro de uma Caverna em Minas Gerais durante seus estudos 2018

img1.png

Uma das inúmeras fotografias noturnas que Gustavo produziu durante sua imersão nos sítios arqueologicos. 2016

Gustavo , então fotografo e documentarista resistrando as pinturas rupestres na  Serra da Capivara em 2014

Screen Shot 2023-12-24 at 18.32.09.png
img5.png

Gustavo ilumina uma pintura rupestre milenar na Caatinga do Piauí em uma das muitas noites que passou nesse ambiente entre 2014 e 2016

bottom of page